Dr. Tarcísio Linhares - Otorrinolaringologia Clínica e Cirúrgica

Imagem Otite

Otites

São divididas em:
1. Externa
2. Aguda
3. Crônica
4. Serosa

A otite externa ocorre com mais freqüência em pacientes que tiveram contato com água, e por isso são mais freqüentes no verão, quando os mergulhos nas piscinas e no mar são intensificados, ou em pacientes que praticam esportes aquáticos. Por deixar a pele do canal externo do ouvido úmida e menos protegida, a infecção é facilitada. O paciente pode cursar não somente com dor de ouvido como com coceira e secreção saindo pelo mesmo.

Na otite média aguda há acúmulo de catarro dentro do ouvido, atrás do tímpano, que não consegue sair. Como se fosse uma "bexiga", o tímpano se distende e gera a dor de ouvido. Geralmente ocorre em pacientes que tiveram um quadro de resfriado ou gripe prévio e não foi adequadamente tratado. Além da dor, o paciente pode cursar com diminuição da audição, referindo sensação de ouvido tampado e febre.

Na otite média com efusão ou otite média serosa, há manutenção do catarro dentro do ouvido, e o paciente pode referir sensação de redução da audição e entupimento do ouvido. Pode acontecer por obstrução nasal, rinites, sinusites, hipertrofia de adenóide, incompetência da tuba auditiva ou após um quadro de otite média aguda. O tratamento inicialmente é clínico, mas na falha deste o tratamento é cirúrgico (colocação de tubo de ventilação), uma espécie de um dreno é colocado através do tímpano. Na criança, a otite média com efusão e/ou serosa pode ser responsável pelo mau aproveitamento escolar e dificuldade em desenvolver a linguagem uma vez que a mesma não está ouvindo perfeitamente bem.

Na Otite média crônica a membrana timpânica apresenta uma perfuração como seqüela de uma otite média aguda mal tratada e que esporadicamente se infecta (sobretudo quando há entrada de água pelo conduto ou com gripes e resfriados) levando saída de secreção purulenta em geral em febre. Pode ter complicações como: perda auditiva, formação de colesteatomas (tumor benigno e extremamente fétido).

O tratamento da otite média crônica inclui controle da infecção com antibióticos (gotas tópicas), proteção contra entrada de água e cirurgia.

< voltar
DR. TARCÍSIO LINHARES - OTORRINOLARINGOLOGISTA
VILA CLINIC - (Atrás do Hospital Dr. Estevão e do Abrigo)
Rua Dr. Figueiredo Rodrigues, 573 Centro, Sobral - CE
Tel.: (88) 3613-2001\ 3613 4001\ 9747 8013
Encontre no mapa
American Academy of Otolaryngology Membro da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia
Topo Site
WSete Design